Ordem Illuminati POEE

Ordem Illuminati POEE

Você quer ser legal? Cool? Descolado? Gente fina? Fazer parte da ordem mais secreta da dimensão?

Então não perca tempo e venha fazer parte da Ordem Illuminati POEE para conspirar com seus irmãos discordianos no aplicativo Illuminati whatsapp.

Escreva seu número em um pedação de papel manteiga e queime na frente de um gato preto. Espere o homem de terno verde musgo e assine seu contrato.

Ou então mande um email para a Sociedade Fnordiana Discordiana no endereço discordianismo23@gmail.com

 

Para saber mais e entender menos sobre ConsPirações Discordianas acompanhe aqui algumas revelações exclusivas da MultiCabala dos Illuminatis Muito Confusos sobre as (des)ordens secretas Sociedade Fnordiana Discordiana, KSTXI e Ordem Illuminati POEE

 

:::

 

KSTXI – Um Mindfuck ou um Fnord Illuminati?

por Dark Night

ATENÇÃO:

ESTE POST CONTÉM PALAVRAS QUE PODEM LEVAR VOCÊ A INSANIDADE.

QUEM AVISA AMIGO É!

Uma simples e misteriosa  palavra: KSTXI.

Descobrimos o real significado da palavra. Se você descer cada letra, 5 posições no alfabeto, dá a palavra FNORD.

A comunidade discordiana brasileira entrou na brincadeira e mimetizamos ela. Foram criadas páginas, alguns memes e alguns vídeos como se pode ver abaixo:

Um mindfuck lindo e bonito que ninguém quase nem conhecia.

Encontramos até um site koreano: KSTXI

Nos grupos criados para consPirar, surgia algumas ideias e brincadeiras sobre o caso. Porém o que não esperávamos era encontrar um site de cunho tão misterioso como esse: KSTXIRU.

O site está um pouco em inglês, um pouco em russo. A mensagem de entrada diz que não são uma ordem e que é para procurarmos a nossa própria verdade.

Há umas imagens bem loucas e fica na cara que é algo falso e forçadamente criado.

Slide1

Vemos algumas simbologias na imagem, remetendo ao grego e ao egípcio. A escrita é em russo. Como é imagem, não tenho ideia do que se trata.

Slide5

Nessa imagem tem uma equação que ainda não pesquisei sobre do que se trata… Parece algum binômio.

Os pontos parecem código morse com mistura de alfabeto… etc.

Uma parte do blog tem um texto em russo. Segue uma parte, do original, em seguida a tradução (do google translate).

1.ВВЕДЕНИЕ

По данным литературы, может оказать влияние на индукции специфических областей человеческого мозга. Так сказать, регион, чувство радости быть вызван извне некоторой механизма звуковой или световой стимуляции может привести к личности такое же чувство, подключенный к связанного региона.

Как и в Павлов исследования с собаками, которых стимуляция секреции вкуса, это исследование показывает, что ряд геометрических фигур и символических узоров может привести к эмоциональному состоянию.

Этот тип исследования важны для понимания поведения механизм лиц, проживающих в обществе. Нет сомнений, что это может быть использовано в качестве формы манипуляции через СМИ, но хотел бы подчеркнуть, что любое знание, это может быть использовано во вред. Но цель данного исследования является приведение СМИ к благосостоянию общее.

1. INTRODUÇÃO

De acordo com a literatura, que podem influenciar a indução de áreas específicas do cérebro humano. Ou seja, uma região, uma sensação de alegria-se ser causada por algum mecanismo externo de som ou estímulo de luz pode levar à identidade da mesma sensação ligado à região associada.

Como Pavlov em estudos com cães, que estimulam a secreção de sabor, este estudo demonstra que uma série de formas geométricas e padrões simbólicos pode levar ao estado emocional.

Este tipo de pesquisa é importante para compreender o comportamento do mecanismo das pessoas que vivem na comunidade. Não há dúvida que ela pode ser usada como uma forma de manipulação através dos meios de comunicação, mas gostaria de salientar que qualquer conhecimento, pode ser usado para prejudicar. Mas o objetivo deste estudo é trazer a mídia para o bem-estar geral.

Não sei se o blog alude sobre uma pesquisa que de fato ocorreu ou se é apenas um mindfuck.

A questão é que isso se originou de um mindfuck e terminou em um fnord para nós.

Quem criou isso?

Estou pesquisando.

Seja lá quem foi… Está de parabéns! Lindu!

:::

Mais da ConsPiração KSTXI na internet:

-> KSTXI Hyper-Surrealist Fnord Agency <-

-> Facebook Page <-

-> Tumblr <-

-> YouTube <-

 

:::

KSexTXI

É sabido que a elite discordiana brasileira vem organizando operações mindfuckianas a níveis master mega intergalácticas. Porém a propagação e as táticas  fnórdicas devem ser de conhecimento dos discordianos passivos.

Traçamos diversas operações e algumas delas ainda permanecem sob sigilo. Mas aqui trataremos de um FnOrD autêntico.

A KSTXI é uma conspiração advinda de um grupo desconhecido. Ao encontrar essa belezura nas redes sociais, decidimos incorporá-la aos nossos mindfucks.

Foram feitos videos NonSenses pornográficos e então publicados no XVideos.com por um soldado discordiano da O.M..

Foi obtido um valor elevado de vizualização, se comparado com os publicados no youtube (por que será?).

Seguem os links:

Video 1

Video 2

Se você seguir a tática, não exite em nos informar. Mande um e-mail para sociedadefnordianadiscordiana@gmail.com ou para discordianismo23@gmail.com

:::

 

S.H.I.M.O. (Sociedade Hermética Iniciática da Mão Onanástica)

A S.H.I.M.O. é a única escola de mistérios onde você receberá o verdadeiro conhecimento oculto através dos Mestres Altamente Recomendáveis (M.A.R.).

:::

Temos a audácia da ignorância, estamos sempre a par das últimas informações erradas, mas isso não impede de afirmar que aqui você aprenderá tudo o que já sabia sobre NADA!

Deixe de ler nossos ensinamentos de profunda superficialidade onanástica no Kalma Surta, o Livro das Transmigrações Shimonianas

:::

 

Amour Fou

“Na esfera do amor louco, eletivo, a mulher, via de reconciliação do homem com a natureza, é ADORADA. Os surrealistas são, neste particular, herdeiros modernos dos românticos. De fato, a mulher mantém, pela sua composição biológica e formação social milenar, em medida muito mais expressiva que o homem, uma forma de vida mais inocentemente ligada ao mistério e à magia. A beleza da mulher, promessa de felicidade, é um atentado vivo ao “princípio de desempenho” da sociedade afluente, como bem o enfatiza o frankfurtiano Herbert Marcuse em Eros e Civilização.”

  • Timóteo Pinto, `patafísico meta-discordiano pós-neoista

 

:::

 

Bonobismo, a salvação da humanidade!

A macacada da paz e do amor

Patrícia Campos Mello, Washington – O Estado de S.Paulo

– Olhando assim para um bonobo, ninguém dá nada. Para olhos leigos, ele parece só mais um chimpanzé de zoológico. Mas um connaisseur sabe que o bonobo é muito mais que um macaco – ele é a esperança de que a humanidade tenha jeito.

Está certo, o bonobo é mesmo parecido com o chimpanzé. E ambos são, digamos, nossos primos – os humanos compartilham 98% de seu DNA com esses dois primatas. Mas, como diz o holandês Frans de Waal, “chimpanzés são de Marte e bonobos são de Vênus”. Waal, no caso, é um connaisseur – biólogo de formação, é o maior especialista em bonobos do mundo. Estuda primatas há 35 anos. Observa por horas a fio chimpanzés, babuínos, macacos-capuchinhos e, claro, bonobos. Faz isso em seu laboratório – o Yerkes Primate Research Center, na Universidade Emory, em Atlanta (EUA), onde dá aulas no Departamento de Psicologia – e também em zoológicos. A partir dessa experiência, já escreveu dezenas de obras sobre os animais.

Um dos grandes méritos de Frans de Waal foi ter transformado os bonobos nos bichos mais cool do mundo animal. Com seu livro Bonobo: the Forgotten Ape (sem tradução no Brasil), amplamente ilustrado com fotos eróticas, o pesquisador popularizou os macacos “paz e amor”. Bonobos têm ombros mais estreitos, são mais escuros e mais eretos que os chimpanzés. Mas o visual é o de menos. O que importa é que bonobos são sensíveis e afetuosos; chimpanzés são brutos e esquentados. Bonobos são da paz, enquanto os maquiavélicos chimpanzés vivem imersos em picuinhas de poder. Entre estes, os machos dominam as fêmeas, às vezes de forma brutal. Na sociedade dos bonobos, a vida é centrada na fêmea, e os machos continuam ligados a suas mães a vida inteira.

Chimpanzés fazem guerra; bonobos fazem sexo. O tempo inteiro e de todas as maneiras, diga-se de passagem. Sexo é parte essencial dos relacionamentos sociais entre os bonobos; ajuda a dar estabilidade ao grupo e aliviar as tensões. Antes de se alimentar, os bonobos transam. Quando não há espaço e eles ficam muito juntos, os bonobos transam. Antes de dormir, os bonobos transam. Eles fazem sexo macho com macho, fêmea com fêmea, macho com fêmea, macho com jovem, fêmea com jovem. Também se masturbam e beijam de língua. Chimpanzés só dão selinho e têm relações sexuais apenas para fins de reprodução. “Bonobos têm um erotismo criativo”, diz Frans de Waal. “São os únicos animais que fazem preliminares.”

Essa natureza pacífica e sexual dos bonobos está no centro de uma querela filosófica: afinal, nós, humanos, somos bonobos ou chimpanzés? Muitos escritores científicos, como o inglês Richard Dawkins, acreditam que o homem seja essencialmente egoísta. Trata-se da “teoria do verniz” – todos os animais são competitivos e só pensam em seus interesses. Os humanos são a mesma coisa. Quando somos legais e altruístas, trata-se apenas de um verniz, de uma camada civilizatória criada recentemente, que freia os instintos mais baixos dos seres humanos.

Frans de Waal discorda. Em seu penúltimo livro, Eu, Primata (Companhia das Letras, 2005), Frans prega que, no nível biológico, celular, o homem possa até ser assim. Mas psicologicamente não. “Acredito que o homem herdou tendências positivas, de cooperação e socialização, que explicam por que temos moral”, diz. “A moral humana não foi inventada há 2 mil anos, ela vem evoluindo, e os traços dela podem ser vistos em outros primatas.” É justamente aí que entram os bonobos, animais primordialmente solidários. Descendemos de macacos “paz e amor”, não de chimpanzés sanguinários, insiste Waal.

A fama desses macacos, podemos dizer, hippies cresceu tanto que os bonobos se transformaram em um fenômeno de cultura pop. Estampam camisetas e roupinhas de bebê, são homenageados em festas descoladas de Nova York, ganharam até sua sociedade de proteção ao bonobo. Há pouco mais de cem bonobos em cativeiro no mundo, diante de milhares de chimpanzés. Em liberdade, calcula-se que existam entre 10 mil e 20 mil bonobos, todos nas florestas do Rio Congo, na República Democrática do Congo, na África.

Mas será que existe uma certa lenda urbana em torno dos bonobos, ou eles são mesmo tão pacíficos assim? “Os bonobos brigam às vezes, mas eles são tão eficientes em resolver seus conflitos com sexo que acabam tendo mais relações sexuais e menos violência que os chimpanzés”, ensina Frans de Waal, que foi eleito este ano uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista americana Time. Segundo ele, uma das maiores provas de que os bonobos são diferentes dos chimpanzés é que não existe um único registro, em cativeiro ou em liberade, de um bonobo matando outro. Já entre chimpanzés, dezenas de casos de “assassinato” e canibalismo já foram observados.

Frans de Waal quer mudar a imagem dos ancestrais do homem, sempre retratados como chimpanzés agressivos, cheios de maquinações, sede de status e propensos à guerra. Bonobos são tão geneticamente próximos ao homem quanto os chimpanzés, ele argumenta. Existe a mesma possibilidade de descendermos de macacos sanguinários ou de primatas que têm a capacidade de cooperar.

Os bonobos “parecem com a gente em tudo”, entusiasma-se o biólogo holandês. Um bonobo bebê faz muxoxo quando tem um pedido negado. No meio do ato sexual, as macacas bonobo dão gritinhos de prazer. Dois pesquisadores alemães nos anos 30, observando bonobos e chimpanzés no zoológico Hellabrunn, em Munique, chegaram à conclusão de que bonobos copulam more hominum (como homens, ou seja, estilo papai-e-mamãe), enquanto chimpanzés, more canum (como cães).

Extrapolando, poderíamos dizer: bonobos provam que Rousseau e sua teoria do bom selvagem – somos naturalmente bons, mas corrompidos pela sociedade – estavam certos; e Thomas Hobbes e sua visão de que somos egoístas contidos pelo contrato social estavam errados? “Os dois tinham visões muito extremas da humanidade”, opina Frans de Waal. “Hobbes diz que os humanos estão eternamente competindo entre si, enquanto Rousseau pensa que não precisamos de ninguém.” De qualquer maneira, ele diz, “o bonobo se assentaria melhor com Rousseau”.

E os humanos, estão mais para bonobo ou chimpanzé? “Humanos têm um pouco dos dois – as tendências territoriais e agressivas dos chimpanzés, que muitas vezes são úteis para nossa proteção, e também uma ótima habilidade de resolver conflitos e cooperar com os outros.”

Para Frans de Waal, somos uma espécie de meio-termo: temos muito do bonobo, mas nos comportamos como chimpanzés. “No fundo, no fundo, somos uns bípedes bipolares.”

Fonte: estadão

:::

Bonobos e humanos

por Janos Biro

Até alguns anos atrás, os chimpanzés eram considerados os primatas mais próximos dos seres humanos. Mas existem primatas que se assemelham ainda mais a nós: os bonobos, ou Pan paniscus. As semelhanças genéticas entre chimpanzés e bonobos são tão grandes que os bonobos eram considerados como uma subespécie dos chimpanzés até pouco tempo atrás. Apesar disso, as diferenças comportamentais são tão grandes e tão importantes que o estudo dos bonobos pode mudar muitas concepções errôneas que temos sobre a natureza humana.

Chimpanzés são extremamente violentos. Entre os chimpanzés é comum a existência de uma hierarquia onde o macho mais forte domina os menos fortes, e os machos dominam as fêmeas. A violência e a hierarquia coercitiva dos chimpanzés são usadas para justificar várias teses a respeito da natureza humana. Muitos dizem que nossos ancestrais deveriam se comportar como eles, e que uma das grandes conquistas da humanidade foi a invenção do Estado, onde a violência pode ser contida, e a igualdade pode ser construída. Características da organização dos chimpanzés foram confundidas com características da organização humana primitiva.

Mas a descoberta dos bonobos invalida essa tese, uma vez que bonobos são pacíficos e não apresentam tal divisão hierárquica. Eles provam que não é preciso haver Estado ou qualquer contrato social para que a paz ocorra numa população de primatas. Isto é válido mesmo quando a população tem muitos membros, pois de fato os grupos de bonobos têm bem mais membros que os grupos de chimpanzés.

O que explica a grande diferença de comportamentos entre bonobos e chimpanzés não é sua natureza, pois como vimos eles são quase iguais em termos de genética. O que faz toda a diferença é sua ecologia, seu modo de vida. Chimpanzés vivem da caça, em regiões onde há escassez de vegetais. Eles se dividem em grupos pequenos, e estão em guerra permanente contra os grupos vizinhos. Toda a sua educação valoriza a violência. Os machos aprendem a bater nas fêmeas, para mantê-las submissas. A sobrevivência dos mais violentos também faz com que as fêmeas prefiram acasalar com os mais violentos, pela proteção que eles oferecem. Existem posições sociais entre chimpanzés, que podem ser conquistadas pela luta. A comida é trocada por sexo, favores ou posições sociais.

Já os bonobos vivem da coleta de vegetais. Formam grupos maiores porque não existe rivalidade entre os grupos. Quando um grupo de bonobos se encontra com outro eles fazem sexo entre si ao invés de lutar. Eles praticam sexo sem qualquer violência e sem qualquer restrição. Entre bonobos não há coerção, nem por parte dos machos nem por parte das fêmeas. Eles formam coalizões através de amizades sexuais, cooperando entre si para se proteger, embora os grupos de amizades sejam maiores entre as mulheres. Isto não ocorre entre chimpanzés para que as fêmeas não consigam se defender sozinhas, assim se tornando dependentes dos machos. Seu período fértil é de seis em seis anos, mas praticam sexo a qualquer momento, e mesmo durante o período fértil não há competição por parceiros. Entre as invenções dos bonobos estão o beijo de língua, o sexo frontal e o sexo oral.

Temos aí uma mostra de como uma diferença entre dois modos de vida, um de escassez e outro de abundância, pode determinar comportamentos sexuais. Nós, humanos, não vivemos num modo de vida de escassez. No entanto, a civilização foi projetada por povos que viviam no modo de escassez. A caça foi substituída por uma produção incessante de bens de consumo que asseguram poder, que ocorre de uma maneira não menos competitiva e que não causam menos violência aos seres humanos e demais seres vivos. O interesse em identificar nossa natureza com o comportamento dos Pan troglodytes, os chimpanzés, é justificar nosso comportamento cultural de trogloditas… Agora sabemos que isso não é uma imposição de nossa natureza, é apenas uma escolha de modo de vida. Nossa sociedade não precisa se basear na violência, ela pode se basear na brincadeira, assim como ocorre com nossos parentes paniscus.

fonte: http://umanovacultura.blogspot.com/2007/12/bonobos-e-humanos.html

:::

Delírio Coletivo

por Fada Verde

:::

E fez-se a luz!

Ou não.

Período Nonsense

Ao longo da história, a maioria dos movimentos literários e artísticos contradiziam o movimento anterior. O Renascimento foi contra tudo o que a Era Medieval disse, o Realismo negava os fundamentos do Romantismo e assim por diante.

Já o movimento Nonsense resolveu que não gostaria de contradizer o movimento anterior, no caso, o Modernismo e a Pop Art, o Nonsense quis negar absolutamente tudo e/ou não negar absolutamente nada.

Sob a máxima “Pra que fazer sentido!?”, esse movimento cria uma contradição de tudo e dele mesmo, com raízes em todos os estilos literários e tendo por característica a abolição da linguagem figurada, nada mais era figurativo, tudo era real, e o que era real não existia, ou existia, ou o que quer que o leitor prefira.

O que aconteceu foi que no fim do século XX e começo do século XXI, com o fim da Guerra Fria, a ascensão dos EUA como maior força política e econômica do mundo, detendo um poder quase imperialista e com a estagnação de todo e qualquer movimento revolucionário, o mundo conheceu um período de conformismo em que qualquer coisa era uma revolução. Andar fantasiado, por exemplo, ou simplesmente usar um nariz de palhaço pela rua, já causava um grande choque por quebrar a monotonia cotidiana. O movimento DC, autor da obra Sofia, foi um dos primeiro a notar isso e adotar a idéia do Nonsense.

Da idéia para a prática foi um pulo. Embora no começo, apenas algumas pessoas tivessem adotado essa “revolução”, assim como em qualquer outra já ocorrida, o clima e as idéias sem sentido foram tomando proporções mundiais e o mundo conheceu uma época maravilhosa, onde a espontaneidade e a imaginação tomaram conta de todos e tudo passou a ser fantástico e irreal. Chegou até a haver um certa desaceleração nas pesquisas cientificas, afinal não importava mais provar que pode-se dividir uma célula infinitamente.

Antes desse movimento, as pessoas buscavam uma explicação científica para tudo, mas depois ninguém mais queria a explicação lógica e inteligente. Todos perceberam que a fantasia era bem melhor, que cada um poderia formular sua própria teoria para qualquer coisa, todas as lendas sobre os “porquês” voltaram à tona e todos os povos buscavam as raízes de suas culturas para saber algo, quando não encontravam, criavam uma nova cultura.

Em meados da década de 10 do século XXI, o mundo já não fazia sentido algum. Viam-se pessoas fantasiadas, nas ruas, nos supermercados e até nos escritórios você encontrava pessoas vestidas de Pantera Cor-de-Rosa ou Smurffle.

As casas tinham pinturas psicodélicas e, às vezes, achavam-se florzinhas desenhadas no meio da rua.Com a população nesse incrível estado de espírito, era natural que as artes também seguissem esse caminho.

Leis “Absolutas” (entre aspas por que já houve quem achasse que estamos falando mesmo de Leis Absolutas) do Delírio Coletivo

1ª Lei Absoluta

PATAFÍSICA- Tudo é decidido pela imaginação e não pela razão.

2ª Lei Não Absoluta

Não encher as caras aos domingos.

Quem quer fazer sentido?

A realidade é relativa;

A Fantasia é bem melhor;

Arte, Poesia e Loucura.

3ª Lei Absoluta

Usar LSD.

4ª Lei Absoluta

Enlouquecer a Política.

5ª Lei Absoluta

Nenhum tipo de censura.

Mandar as preposições e a gramática pro inferno!

6ª Lei Absoluta

O que fazer em casos de incêndio?

Deixe queimar!

7ª Lei Absoluta

Jogar uma garrafa de conhaque no Delírio Coletivo

8ª Lei Absoluta

DELIRAR

.9ª Lei Absoluta

Assassinar a monotonia causada pela razão.

:::

Loucura Lúcida

Não conseguir fugir da realidade significa um excesso de lucidez ou extrema loucura? A resposta confirmaria minha tese poética-lunática, de que não só o excesso de lucidez leva a loucura como o excesso de loucura leva a lucidez.

Se minha realidade é na verdade uma ilusão, quando tento fugir dela, tento alcançar a realidade? Ou migro de ilusões em ilusões? Se as realidades são múltiplas a tentativa de alcançar a realidade única em que todos se enquadram seria uma farsa. Talvez todos vivam em suas respectivas ilusões, que criamos e recriamos. Se pertence a cada sujeito que a resolva viver, a realidade sim que é uma ilusão, a ilusão da ilusão. A ilusão é uma realidade. A realidade está fora ou dentro? do exterior ou do interior? O que faz pensar quantas realidades seriam possíveis. Infinitas. Nos casos que unem mais indivíduos, podemos denominar precisamente como o fenômeno do Delírio Coletivo.

Se produzimos a realidade ilusória, o que é loucura? Como são diversas as loucuras, digo, ilusões, realidades. A metafísica disso tudo é expressa pela loucura de Deus, o tal dançarino do qual falava Nietzsche, que nos criou a sua imagem e semelhança, como deuses de nossas próprias loucuras. Fato é que nelas podemos fazer o que quisermos dentro dos limites da loucura de Deus.

Dizem por ai, que o sóbrio é aquele que sabe distinguir a realidade da fantasia, mas o que dizer se somos máquinas de produzir fantasias? Certamente jamais será possível olhar um homem despido de seu imaginário. Ilusões sobrepostas numa translucidez aguda. Perceber que está iludido não significa que nos livramos da ilusão se ela é real. As ilusões/realidades se desdobram uma fora da outra. Se trancafiamos alguns de nós dentro das salas estofadas, é porque os condenamos pelo abuso da criatividade.

O excesso de lucidez, faz perceber a ilusão real, que se exacerbada leva a loucura originária. A loucura alucinatória se levada a extremos nos leva a realidade ilusória, que é a realidade possível.

:::

 

Multi-Dimensional Igreja Delariantiana do 23ª Dia

O delArismo é uma alquimia multicabalense entre o Larismo de reverendo wodouvhaox e o Delírio Coletivo de Reverenda Fada Verde. Enquanto o Larismo abastece a necessidade ontológica de Introversão Meditativa, o Delírio Coletivo alimenta o outro lado do espelho de Alice, a Extroversão Slackronediana Muito Confusa.

É também conhecido como DeLariantismo. e um dos motes principais, utilizado quando há uma grande Aflição Espiritual, é: “Cale a boca! Aprecie o silêncio, a não ser que você queira dizer algo engraçado e/ou divertido”.

Saiba mais e entenda menos

 

Laboratório de Delariantismo Experimental no Facebook

:::

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

:::

Iluminação através da confusão

Transcendência através do absurdo

Confusão através da iluminação

Absurdo através da transcendência

:::

Partido Interestelar Parrachiano (A)Narco-zenDiscordiano – MultiCabala Discordiana Subgeniana Bela-Parrachiana Hihicronediana DeLariantiana dos Shimonianos Metamorfoseanos Ambulantes Muito Confusos – Multi-Universal Igreja Erisiana do 23ª Dia

Você gostaria de experimentar gratuitamente e sem compromisso a Híper-Surrealidade Delirante da Confraria Secreta (não por que queremos, é porque ninguém liga muito pra gente) MultiCabalense dos Shimonianos Bonobistas Muito Confusos?

Você poderia perguntar: “Por que eu faria isso?”

eu responderia: “Boa pergunta!”

e perguntaria: “Por que não?”

Mergulhe em nossa Confusão, Peixe!

Você é um pouco mais consciente do que os outros?

Você odeia descobrir que algo que você gosta foi parar na tv?

Você não liga tanto se as suas meias combinam?

Você faz piadas inapropriadas frequentemente?

Você é um rádio fora de sintonia?

Um quadro abstrato? Uma música atonal? Um vídeo fora de foco? Uma metáfora muito ruim?

Se você respondeu sim ou não, então você pode ser um
DISCORDIANO DELARIANTIANO MUITO CONFUSO EM POTENCIAL

E deveria ter sua glândula pineal examinada por um charlatão te cobrando uma taxa exorbitante.

O discordianismo delariantiano latente é a causa número um de muitas condições comumente mal diagnosticadas.

Não deixe passar mais um dia sem saber se você, assim como possivelmente muitas outras pessoas no sistema solar, é afetado por esta terrível desordem!

Nós podemos te endireitar! Nosso método de três passos para a iluminação foi imaginado para trazer à tona resultados palpáveis em uma quantidade de tempo cosmicamente insignificante!

:::

 

Grupos no Facebook:

Laboratório de Delariantismo Experimental

Partido Interestelar Parrachiano (A)Narco-zenDiscordiano – MultiCabala Discordiana Subgeniana Bela-Parrachiana Hihicronediana DeLariantiana Saco-Plásticoana Bonoboniana dos Shimonianos Metamorfoseanos Ambulantes Muito Confusos – Multi-Universal Igreja Erisiana do 23ª Dia dos Illuminati Bávaros da POEE – Faculdade Parrachiana Psiconáutica Meu Pai Von Darsê Dançando Noise-Dub-Funk com Timóteo Pinto nas carrapetas no Centro de BunDada da KSTXI

– Delírio Coletivo

:::

 

Filie-se ao P.I.P.A.Partido Interestelar Parrachiano (A)Narco-zenDiscordiano

e junte-se a nós na luta por uma Meta-Realidade Multi-Dimensional Pluri-Universal

 

– Página no Facebook

Site Oficial

 

:::

.

MultiCabalenses da ConsPiração :

.

MíMEO 23:

mimeo23.net

https://www.rebelmouse.com/discordianismo/mimeo-23…

.

P.I.P.A. – Partido Interestelar Parrachiano A(Narco)ZenDiscordiano

http://partidointerestelar.wordpress.com/

.

Porão de Éris

http://dark-night7.webnode.com/por%C3%A3o-de-eris/

. – Error 23:

http://error23fnord.wordpress.com/

https://www.rebelmouse.com/discordianismo/error23-…

. – Sociedade Fnordiana Discordiana

http://discordianismo23.wix.com/sociedadefnordiana

.

F.O.D.A-S.E.

Folclórica Ordem dos Dadaístas Autônomos – a Seita Engraçadista

https://seitaengracadista.wordpress.com/

.
Meu Pai Dançando Produções Discordianas Meméticas

https://www.rebelmouse.com/discordianismo/meu_pai_…

.

Operação Mindfuck

por Dark Night

Operação Mindfuck é sem dúvida uma arte que visa não o terror, mas mudar a forma em que é pensada a realidade. O terror pode ser eventualmente usado, mas deve- se diferenciar o terror do terrorismo.
O terror se situa na mente e visa apenas mudar a forma de pensar e não a pessoa que pensa. Claro que, se muda a forma de pensar, a pessoa não será mais a mesma, e consequentemente a pessoa foi eliminada. A diferença é que houve uma metamorfose mental.
O terrorismo usado na OM é poético. São eventualmente usadas imagens fortes com a intensão de causar impressão na imaginação do indivíduo que observa.

Alguns forjam rituais de magia negra para fazer isso. Não que houve realmente um culto satânico, mas um teatro. Quem observa não sabe, força a mente a pensar e concluir diversas formas de ideias implantadas no subconsciente ao longo de sua vida.

Uma sugestão, inspirada num verdadeiro terrorismo poético, é fazer um vídeo com ruídos no fundo, mensagens subliminares e mandar por correio para pessoas aleatórias ou alvos (blogueiros) .

Uma tática tomada por uma das cabalas discordianas do Brasil é enviar e-mails nonsense e illuminati para humoristas, divulgar o discordianismo em páginas da web (tal como foi feito no site MegaCurioso) atingindo um maior público possível.

Outra estratégia vinda de tempos atrás é escrever em notas de dinheiro a palavra FNORD.

Também poderia ser deixados bilhetes em livros, praças, bancos de ônibus, banheiros públicos, etc.

Faça parte da maior brincadeira mundial, a Operação Mindfuck, com o objetivo de causar não uma confusão, mas sim uma forma nova de ver a realidade.

Mande para a Sociedade Fnordiana Discordiana a sua sugestão de MindFuck no endereço discordanismo23@gmail.com

:::

Operação Mindfuck Brasil

:::

O P.I.P.A. (Partido Interestelar Parrachiano -A-Narco-zenDiscordiano)

a MultiCabala Discordiana Subgeniana Bela-Parrachiana Hihicronediana DeLariantiana dos Shimonianos Metamorfoseanos Ambulantes Muito Confusos

a Sociedade Hermética Iniciática da Mão Onanástica

a Meu Pai Dançando Produções

a Dark Night Empreendimentos

& demais entidades MultiCabalenses

convocam todos seus afiliados & simpatizantes para as tratativas da Operação:Mindfuck
:::

“Nossa separação estratégica é mais divertida quando fazemos isso juntos.” – St. Mae e Timóteo Pinto

:::

Projetos, Deliberações & ConsPirações:

-> Projeto Livros de Timóteo Pinto

-> Projeto Timóteo “Anonymous” Pinto

-> Seja também Timóteo Pinto nos blogs da Rede MultiCabalense Tudismocroned

-> Sigilo Secreto da Sociedade Fnordiana

-> E-Zine Discórdia Brasilis – Edição Faça-Você-Mesmo – Seleção de textos discordianos publicados nos blogs tudismocroned,discordia brasilis e no seu

-> E-Zine Tudismo – e-zine discordiano sobre assuntos discordianos ou não

 

– mais fnords dentro de cubos

-> Delicioso Spam

-> Lista de discussão/discórdia Sopa Discordiana. Quem quiser entrar chega mais

-> Outras ConsPirações

-> Outras Deliberações do P.I.P.A. aqui

-> Fórum OMBR23 – Divulgações de Blogs, Cabalas, Projetos, Traduções, Etc

:::

tudismocroned arte e fnord network
.
Entre no Cubo da Rede Croned:
.
http://fnord.forumotion.com/t254-linkaonia
.
:::

Blogs:

.
http://tudismocroned.blogspot.com/
.
http://discordiabrasilis.wordpress.com/

.

http://mensagensdiscordianas.blogspot.com.br/

.

http://religioeslivres.blogspot.com.br/

.

https://error23fnord.wordpress.com/

.

http://timoteopintoharashinga.blogspot.com.br/

.

http://timoteopinto.tumblr.com/

.

http://freakronedfunk.tumblr.com/

.
http://muitaluz.blogspot.com.br/
.
http://maicorreica.tumblr.com/
.
http://astromiau.blogspot.com.br/
.
http://sergioferrari.tumblr.com/
.
http://dystopus.tumblr.com/
.
http://macedusss.tumblr.com/
.
http://subgeniustdbs.blogspot.com.br/

.


Seja um ConsPirado você também

.
“… there are periods of history when the visions of madmen and dope fiends are a better guide to reality than the common-sense interpretation of data available to the so-called normal mind. This is one such period, if you haven’t noticed already.” – Robert Anton Wilson

.
:::
mais tudismocronedices:
.
Discordianismo MultiCabalense
http://discordiabrasilis.wordpress.com/
.
Página da MultiCabala no Facebook: https://www.facebook.com/multicabala
..
Fórum da DesPolítica Intergalática: http://fnord.forumotion.com/f11-operacao-mindfuck
.
.
MultiCabala dos Muito Confusos
::: Ajudando pessoas como você a serem pessoas como nós desde 2003 :::
:::

:::

.. Filie-se ao P.I.P.A.! -> Partido Interestelar Parrachiano A(Narco)-zenDiscordiano

O Partido da Hermenêutica Delirante

e faça parte da MultiCabala Discordiana Subgeniana Bela-Parrachiana Hihicronediana DeLariantiana SacoPlásticoana Bonoboniana dos Shimonianos Metamorfoseanos Ambulantes Muito Confusos

PIPA-logo

::

Partido Interestelar Parrachiano (A)Narco-zenDiscordiano

:::

O partido da Hermeneutica Psicodélica

Companheiros, desde o fim da presença potente do Macaco Tião, a representatividade política brasileira desfalece. Não se iludam! A falência é internacional. As estratégias da contracultura ficaram água abaixo e o movimento esquerdista se aliou ao Caracinza, inimigo declarado no Princípia Discórdia, se aliando aos alicerces que visava destruir.

Com a finalidade expressa de fazer piada em forma de política e política em forma de piada, de atravessar o groucho-marxismo e situar-se junto ao anarquismo zen-discordiano, eis que tomou forma em 02 de outubro de 2005 o P.I.P.A.: Partido Internacional Parrachiano A(Narco)ZenDiscordiano.

O PIPA iniciou sua atuação política com as des-candidaturas de Timóteo Pinto, Fernando Rivelino, Geo Abreu, vereadora Pagu e Madame Lily. Com distintos mandados e planos de desgoverno, os excelentíssimos membros do PIPA, defenderam da infantocracia até a sexualidade radical da terceira idade. Contra um mundo regulado pela ordem, o delírio, a insubmissão pueril e insossa. O sexo e não a sexualidade. As multiplas realidades e não o haldol!

Ativistas do multiverso e adeptos da transliteração: Filie-se ao P.I.P.A.! -> Partido Interestelar Parrachiano A(Narco)-zenDiscordiano – O Partido da Hermeneutica Delirante Psicodélica!

A filiação é gratuita e o amor universal.

A PIPA VAI VOAR!

 

:::

MANIFESTO ANARCOFÁGICO

O mundo é grave, absurdo & inexorável, & carece de Arte & Humor – vitaminas essenciais para suportarmos o tédio existencial.

A dimensão intelectual é um arcabouço de imbecilismo, forrada com uma ciência selvática & caduca, atravessada por sistemas filosóficos medíocres & sustentada pelo autoritarismo de autores sacrossantos – Freud, Marx, Kant & outros endeusados pelo fetichismo acadêmico. Faço deste manifesto um convite aos Artistas & Intelectuais a subverter & transgredir este cenário estupidificante.

Este é um manifesto, sobretudo, pela Arte & pelo Humor.

:::

Se religiões organizadas são o ópio do povo, então religiões desorganizadas são a maconha da turba lunática.
Principia Discordia – Kerry Thornley

:::

Os Anarcofágicos – anarco (relativo a anarquia) & fagia (do grego, phagein: come) – são devoradores de teorias, lógicas, paradigmas & cosmovisões que não adoptam ideologias, valendo-se de teorias provisorias para fragilizar as demais.

Para além da refutação higienizadora & massiva, os Anarcofágicos entendem que para activar a imaginação, o delírio & o prazer das massas eles devem perfurar a dimensão mais quotidiana da vida humana promovendo:

a) arte transgressora, como prazerosa alucinação colectiva, & não reduzida a produto, espectáculo, poder de impacto ou militância ideológica;

b) humor como último argumento contra o tédio existencial, aproveitando a capacidade dele pautar símbolos, reforçar estigmas, criticar comportamentos, derrubar estereótipos & satirizar arquétipos – Zero Mostel disse que “o grau de liberdade que há em qualquer sociedade é directamente proporcional ao riso que nela existe”.

Theodor Adorno estabeleceu o excêntrico como critério da arte: “a arte é a antítese social da sociedade, & não deve imediatamente deduzir-se desta” & Vladimir Maiakovski atribuiu um carácter construtor à arte: “a arte não é um espelho para reflectir o mundo, mas um martelo para forjá-lo”. Adorno errou considerando a arte apenas em sua dimensão social & Maiakovski esqueceu do poder de desconstruir da arte, como ilustrou endogenamente Roberto Piva: “arcanjos de enxofre bombardeiam o horizonte através dos meus sonhos”. Esta é a aposta da Arte Anarcofágica.

:::

O INTELECTUAL ANARCOFÁGICO

Eu me contradigo? Pois muito bem, eu me contradigo, sou amplo, vasto, contenho multidões.
Walt Whitman

O Intelectual Anarcofágico é multidisciplinar & apela mais para a aparência das argumentações do que as suas consistências lógicas – acreditando que mais vale a beleza das ideias do que a coerência com a realidade absolutizada pela razão, como manifestou Charles Bukowski: “não confio muito nas estatísticas, porque um homem com a cabeça dentro de um forno acesso & os pés no freezer, estatisticamente possui uma temperatura média”.

As armas de combate dos Anarcofágicos é a Arte Anarcofagica, a Ciência Experimental, a `Patafísica, o Ensaísmo Lírico & o Humor Contundente.

Os Anarcofágicos não representam um grupo de esquerda & acreditam que “se a revolução não servir para dançar e rir, não será nossa revolução”, como escreveu Bob Black, um Groucho-Marxista Anarcofágico.

:::

ARQUI-INIMIGOS E ALIANÇAS

1ª Lei Absoluta: PATAFÍSICA- Tudo é decidido pela imaginação e não pela razão.
2ª Lei Não Absoluta: Não encher as caras aos domingos.
Quem quer fazer sentido?
A realidade é relativa;
A Fantasia é bem melhor;
Arte, Poesia e Loucura.
3ª Lei Absoluta: Usar LSD.
4ª Lei Absoluta:

Enlouquecer a Política.

5ª Lei Absoluta: Nenhum tipo de censura. Mandar as preposições e a gramática pro inferno!
6ª Lei Absoluta: O que fazer em casos de incêndio? Deixe queimar!
7ª Lei Absoluta: Jogar uma garrafa de conhaque no Delírio Coletivo
8ª Lei Absoluta: DELIRAR.
9ª Lei Absoluta: Assassinar a monotonia causada pela razão.
Leis Absolutas do Delírio Coletivo – Por Fada Verde

Arqui-inimigos & alianças são deliberações dos Anarcofágicos. Aos arqui-inimigos oferecemos extermínio argumentativo & às alianças oferecemos ajuda apologética de suas bandeiras & causas.

Os Intelectuais Gramscianos são arqui-inimigos dos Anarcofágicos – defendem certos princípios & acreditam dogmaticamente em somente uma forma de mudança social, geralmente doutrinados acriticamente pelos que se dizem críticos.

O Niilista também é um dos arqui-inimigos dos Anarcofágicos – por jogarem cobardemente com a sua existência.

As alianças são com os Antiproibicionistas – entendendo os direitos humanos & os anseios libertários da percepção -, & com os Discordianos – responsáveis por operações como a Libertação dos Anões de Jardins & a Operação:Mindfuck (criação de uma zona onde a normalidade e o comum sejam suspensos e trocados pelo anormal e incomum).

:::

MILITÂNCIA & REIVINDICAÇÕES

“Não é o medo da loucura que nos vai obrigar a hastear a meio-pau a bandeira da imaginação.
Manifesto Surrealista – André Breton

As bandeiras & reivindicações são renovadas pelos Anarcofágicos com frequência & cada Anarcofágico tem a liberdade de escolher se vai militar por elas & quais vai adoptar, assim como propor a inclusão de novas.

Os Anarcofágicos defendem a cultura popular, o folclore, o jardinismo da área urbana, a transformação de praças publicas em centros de cultura & arte, as terapias naturais & artísticas, os direitos humanos, o antiproibicionismo, a flexibilidade da língua, o zombar filosófico – “zombar da filosofia é realmente filosofar”, como escreveu Blaise Pascal (1623-1662) -, o culto da percepção & da sensibilidade, a ventilação da arte & a democratização da dimensão artística da vida quotidiana.

Os Anarcofágicos reivindicam: uma edição higienizada & conservada do Kama Sutra para as próximas gerações, cotas para desenhos infantis que reproduzem músicas clássicas, o fim da avaliação valorativa (de 0 a 10) propondo a promoção das avaliações adjetivas, a proibição moral de dar nós nas sacolas – responsável por significativa carga de stresse da humanidade -, & a liberdade do compositor brasileiro – “aí chegou o gringo com o sequencer para prender o músico brasileiro na camisa-de-força do metonímico 4/4 rock-pop-box.” como escreveu Tom Zé.

in: anarcofagia

“No manifesto e nos textos escritos posteriores, os surrealistas rejeitam a chamada ditadura da razão e valores burgueses como pátria, família, religião, trabalho e honra. Humor, sonho e a contra-lógica são recursos a serem utilizados para libertar o homem da existência utilitária.” – André Setaro

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

aani.jpg

Aaní ::: Caos Mimetizado :::

por Zoenous (zoenousarrobayahoo.com.br)

O quê?

Aaní é uma palavra de origem Tupi, que significa “Não, Nada”. É equivalente à palavra grega Xáos (Caos), de mesmo significado. O conceito de Caos foi corrompido pelo tempo e pela ignorância, pelo moralismo e pela resposta que a “Realidade Consensual” deu a movimentos como o Anarquismo de Bakunin, transformando este conceito em sinônimo de “desordem”. Hoje, sabe-se através da Ciência Quântica que o Caos não é desordem, baderna ou arruaça, mas refere-se à impreditabilidade do espaço vazio primordial. Caos, Aaní, não pode ser definido, pois fazê-lo seria negá-lo. Entretanto, o mais próximo que podemos chegar de sua equivalência abstrata é considerá-lo como sendo a vastidão interminável de possibilidades que permeia o Cosmos. Nós estamos, inegavelmente, dentro desta “qualquer coisa em potencial” e ela está dentro de nós.

O objetivo desse Movimento, Projeto, Aglomeração, Reduto, Façanha, Acepção Ruim, ou qualquer outra palavra que possa definir essa coisa que achamos por bem nomear Aaní é justamente explorar, difundir, criar, destruir e re-criar estes conceitos e aplicá-los nas áreas das Artes Plásticas, Literatura, Música, Jornalismo, Tecnologia da Informação, Sociologia, Antropologia, Psicologia, Mitologia, Expressão Religiosa e outros campos que possam surgir no meio do caminho.

Para quê?

Para quê Alexandre, O Grande, saiu globalizando a Macedônia, o Oriente Médio e o Mundo de sua época? Para quê as Feministas se organizaram no final do século passado visando direitos iguais aos dos homens? Para quê Aleister Crowley revolucionou a cena ocultista da Inglaterra e do resto do Ocidente no início do século XX? Para quê derrubaram a Ditadura? Para quê tiraram o Collor? Para quê puseram o Lula? Para quê vão tirar o Lula? Para quê foram criados o Rock n’ Roll, o movimento Punk e o Hip Hop? Para quê o Dadaísmo, os Beats, a Generation Jones, os Kings Mob, os Góticos, neo-Góticos, Clubbers, Cybers, Caoístas, Discordianistas, Grungers, Head-bangers, Backpackers (hitchhickers, mochileiros), Body Modificators (tatuagem, piercing, cirurgia cosmética, implantes), Freegans, Vegans, Greens, Wiccanos, Seiðmaðr e Völva (Asatrüar, Seiðr, neo-Paganismo Nórdico), New Agers, Geeks, Freaks, Ravers, Graffiti, Pachucos, Nerds, Otherkins (Vampiros, Lobisomens e antropomorfos), Thelemitas, Ateístas e todas as outras subculturas? Pra quê? Responda a estas perguntas e esta será a resposta de “Para quê um movimento como o Aaní?”

Por que?

Porque o ser humano muda. E se esta mudança demora a sair naturalmente, ela pode ser provocada. Muitas pessoas reclamam da violência, do descaso com o meio ambiente, da falta de liberdade, da libertinagem alheia, da corrupção do governo, da apatia da arte contemporânea, da falta de oportunidade, da elitização econômica do conhecimento e da informação, e não conseguem nem podem fazer nada sozinhos. Porque a Política, a Moral, a Ética, a escala de Liberdade, a Justiça, a Crença, a Aceitação ou Rejeição de idéias e ideais de um povo, são todas determinadas pela sua Cultura Dominante. É impossível, ou pelo menos muito difícil, conseguir que estes resultados (Política, Crença, etc.) de processos culturais sintetizados sejam alterados, sem antes alterar base estrutural destes processos, ou seja: A Cultura.

É ela que determina e regula o comportamento, o vestuário, a expressão artística, a religião, as leis, a forma de governo, a produção e transmissão (ou bloqueio) da informação, o que pode e o que não pode. À medida que estas Culturas Dominantes, com o tempo, passam a aceitar melhor as cenas de nudez no cinema; a linguagem explícita em público; permitir que mulheres votem, dirijam e trabalhem; que os homossexuais troquem carícias em público; que uma menina de quinze anos espalhe que é bruxa sem ser queimada; que pessoas se tatuem, coloquem piercings e silicone na testa; que homens se maquiem; que top models engravidem de jogadores de futebol, ou de um rock star, para fatiar sua fortuna e serem convidadas a apresentar programas de TV; E outros tabús vão sendo quebrados, os movimentos de contracultura, originados por subculturas, vão sendo absorvidos por essas Culturas Dominantes, permitindo que novas subculturas surjam para substituir suas precursoras. Até que, um dia, estas subculturas (agora parte da Cultura Dominante) se tornem obsoletas e sejam alteradas pelo mesmo processo que recomeça. O Aaní existe porque sabe que, e quer que, cedo ou tarde, estas subculturas se hibridizem e se permitam trocar informações, expandir sua atuação e aceitação, para que novas subculturas apareçam.

Como?

Através dos memes. Meme é um termo, cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller “O Gene Egoísta”, que é para a memória o análogo do gene na genética: a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica (é transmitida) de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada, e outros locais de armazenamento ou cérebros. O meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode, de alguma forma, auto-propagar-se. Podem ser idéias ou partes de idéias, línguas, gírias, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autônoma. O que determina a sua auto-propagação é a facilidade com que é absorvido e propagado, bem como sua habilidade de transmutar.

Exemplos claros de memes são Celulares, Mp3 Players, I-Pods, I-Phones, Tamagoshis (Lembra? Rs), Grampeadores, Slogans Publicitários, Refrões de música ruim (que não saem da cabeça), ou Jingles de Comercial (Dolly, Dolly Guaraná, Dolly), Mulher com pouca roupa em comercial de cerveja, “56, meu nome é Enéas” e “Lula-lá”, “Deus é Grande” e “Jesus é Fiel”, “Vuco-vuco”, “Merry Meet, Merry Part and Merry Meet Again”, “Faze o que tu queres, há de ser tudo da Lei”, “Nada é Verdadeiro, Tudo é Permitido”, Piadas, Provérbios e Aforismos, Metáforas, Fórmulas para decorar a tabela periódica e equações físicas em Cursinhos Pré-vestibulares, marcas e estilos de roupas, Paródias, Trocadilhos, Frases de duplo sentido, Colocar A Primeira Letra de Cada Palavra em Maiúscula para Denotar Importância, TRAVAR O CAPS LOCK PARA GRITAR COM LETRAS, spam, lixo eletrônico, forward de Power Point, Livros, imã de geladeira, canções de ninar, et cetera. Fenômenos como o Orkut, My space, Yahoo Grupos, Skype, Wikis, Subculturas, Religiões, Teorias Políticas, Lan Houses e Danceterias são chamados memeplexos (conjuntos, complexos de memes). O conceito do Memeplexo é semelhante ao do Paradigma, forjado por Thomas Kuhn e colocado em prática por Peter Carroll. A singular diferença entre Paradigma e Memeplexo é que, enquanto o primeiro pode ser criado por um indivíduo sem nunca ser transmitido, o segundo carece da transmissão.

O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética. Esses modelos evolutivos sofrem variações, em que uma idéia ou meme muda conforme é transferido de uma pessoa para outra. Poucos memes mostram uma forte Inércia Memética (que seria a característica do meme de ser expressado do mesmo jeito, e de ter o mesmo impacto, independentemente de quem esteja recebendo ou transmitindo a idéia, e permanecer na memória de seu propagador). A variação memética cresce quando o meme é transmitido de uma maneira descuidada com a expressão da idéia, enquanto a inércia memética é fortalecida quando a forma de expressão rima ou usa outros dispositivos mnemônicos para preservar a memória do meme antes de sua transmissão.

Uma mnemônica é um auxiliar de memória. São, tipicamente, verbais, e utilizados para memorizar listas ou fórmulas, e baseiam-se em formas simples de memorizar maiores construções, baseados no princípio de que a mente humana tem mais facilidade de memorizar dados quando estes são associados a informação pessoal, espacial ou de caráter relativamente importante, do que dados organizados de forma não sugestiva (para o indivíduo) ou sem significado aparente. Porém, estas seqüências têm que fazer algum sentido, ou serão igualmente difíceis de memorizar (por exemplo, usar os ossos dos punhos cerrados para lembrar qual mês contém 30 ou 31 dias – ossos são 31, vãos entre eles são 30). Produzir e controlar a forma de um meme, sua propagação e interação com outros memes e memeplexos é produzir níveis de alteração da realidade e, com certas limitações, controlá-la.

Quem?

Estão convidados a participar e se auto-intitular Aanidi (tupi com plural em latim, para evitar o trocadilho com Aanitas e “Presença de Anita” – se bem que, informando o motivo, já fodeu tudo), Aanidum no singular, todos aqueles que integram subculturas, ou nenhuma delas, mas rejeitam a Cultura Dominante.

São eles: Caoístas (chaotes, caos magistas, rabanetes, zees etc.); Cybers; Artistas incompreendidos; Atores alternativos; Jornalistas sem hobby; Bandas não comerciais; DJs; GLS; Afrocentristas; Feministas; Dadaístas; Beatniks; neo-Góticos; neo-Hippies; Neuromantes; Psiconautas; Discordianistas; Body Modificators (tatuados e tatuadores, piercers e piercingados, cirurgia cosmética, implantes); Vegans; Wiccanos; neo-Pagãos em geral; New Agers; Geeks; Freaks; Ravers; Graffiteiros; Nerds; Otherkins (Demônios, Vampiros, Lobisomens e antropomorfos); Thelemitas; Zos Kia Cultistas; Ateístas; Agnósticos; Henoteístas; Suiteístas; Magos independentes; Spammers; Cegos, Surdos e Mudos; Publicitários Falidos (exceto Marcos Valério e Duda Mendonça); Macumbeiros; Ciganos; Índios; Brancos; Não-tão-brancos; Negros; Pardos; MSC (Movimento sem Cor); Roxos sem quota em faculdade; Tantristas; Cabal… não, cabalistas não; Proletariados; Místicos não-ortodoxos; Hindús; Pragmatas; Straight Edges; neo-Punks; BDSM (Bondage/Disciplina, Dominação/Submissão, Sado/Masoquismo) Green pacifistas; Nudistas; Urbanóides; Portadores de Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC); Bichos-estranhos; et cetera, et cetera, et cetera. Se você não está supracitado, mas se considera minoria, significa que você é mais minoria ainda, e que isso é muito bom.

Toda crença, cultura, preferência política, preferência sexual, estilo de vida, e diferenças de traços que chamam de raças são igualmente idiotas. Se você não enxerga isso, significa que é preconceituoso. Ou Cabalista. Deixa pra lá esse negócio de Cabalista. A questão é que as diferenças podem (e deveriam) ser respeitadas, toleradas e, inclusive, louvadas. Além disso, se você se deixa ofender por uma crítica à sua crença, cultura, preferência política, preferência sexual, estilo de vida, e diferenças de traços que chamam de raças, significa que essa crítica de tamanho ridículo é maior que você. Identificação é necessária, sim, mas um baixíssimo nível de identificação é o suficiente para criar uma convivência caótico-pacífica-interessante. Nenhuma crença, cultura, preferência política, preferência sexual, estilo de vida, e diferenças de traços que chamam de raças são melhores do que outras. Quando isso for percebido por 1/3 da população mundial, teremos 1/3 dos Deuses na Terra.

Ø

:::

Organização das Mutações Unidas – Organizando para DesOrganizar a sua cabeça

weird3.jpeg

Fórum

“Em um nível pessoal, Freaking Out é um processo pelo qual um indivíduo se livra de padrões obsoletos e restritivos de pensamento, moda e etiqueta social de modo a expressar criativamente seu relacionamento com o ambiente próximo e a estrutura social como um todo. (…) Em um nível coletivo, quando qualquer número de ‘Freaks’ se reunir e se expressar criativamente por intermédio de música ou dança, (…) chama-se a isso de freak out. Os participantes, já emancipados de nossa escravidão social nacional, vestidos com seu traje mais inspirado, realizam, como grupo, qualquer potencial que tenham para livre expressão. Nós gostariamos de encorajar qualquer um que ouça essa musica a se juntar a nós (…) Tornar-se membro das Mutações Unidas (…) Freak Out!”

Frank Zappa, 1966.

freakthefreakout.jpeg

:::

Compilação de Cultura Freak:

Literatura Freak

Música Freak

Cinema Freak

TV Freak

Religião Freak

Política Freak

Filosofia Freak

Web Freak

:::

DISCORDIANOS… OS FALSOS ILLUMINATIS

por Dark Night

:::

Slide1

“Nem todo parágrafo foi justificado. Uns ficaram mais à esquerda, outros mais á direita, mas as citações ficaram CENTRALIZADAS…- Boa Leitura :)”

Desde a idade da pedra quando os primeiros humanos começaram a sofisticar suas ferramentas e usá-la para proteger o local de possíveis ameaças (animais selvagens) o mundo vem sofrendo uma batalha que iniciou milênios antes.

Há uma disputa muito forte entre dois estereótipos ideológicos cheio de arrogância que dura até os dias de hoje. De um lado, os Unicórnios e do outro, os Pôneis.

Se reparamos bem aos dois lados, da mesma moeda, os pôneis não diferenciam muito dos Unicórnios, e isso por que são de uma linhagem muito próxima. Surgiu o conflito quando o Unicórnio por apresentar um chifre sobre a testa, ganhou um presente antes do Pônei, que por ciúmes e inveja do Unicórnio traçou uma batalha sanguinária que perduraria por séculos.

Era 30 de abril de 1776 quando um grupo se reuniu pela primeira ver para beber café em um dos bares da cidade alemã. Nessa reunião surgiria a semente do renascimento dos Illuminati, chamado hoje em dia de illuminatis Bávaros.

“NÃO CONTE A NINGUÉM!ACIDENTES TÊM UM ESTRANHO JEITO DE ACONTECER COM PESSOAS
QUE FALAM DEMAIS SOBRE OS BÁVAROS ILLUMINATI!
CUIDADO com as IMITAÇÕES! Este é ORIGINAL e GENUÍNO!”

Os Illuminati existiram desde muito tempo nas remotas histórias esquecidas da sociedade humana, aproximadamente 18000 anos, estabelecendo por completo em Atlantis (Principia Discordia, pag 00072)

“Ilumine a OPOSIÇÃO!”.

-Adam Weishaupt

Grande Primus Illuminati

Os illuminati vem dominando boa parte da governabilidade mundial com apoio Anunnaki que se estabeleceram em terras Urantianas na época dos Sumérios, aproximadamente há 5000 anos.

Discordianos por natureza é Illuminati, estando em contato mútuo com os segredos de diversas Ordens Fraternais (como a OTO, Maçonaria, A.:.A, ONU, etc). Abaixo há um pequeno vídeo de um dos mais  “polêmico” illuminati do atual cenário político brasileiro, para causar repulsa aos irmãos da Discordia (Éris me permitiu com brilho nos olhos *.*)…

Discordianos são Illuminatis. Sempre estiveram dentro das maiores Ordens Fraternais (O.T.O, A.:.A, ONU, Maçonaria, etc) do globo comandando o caminho do Globo Terrestre.Sua influência política é nítida e estão na base da elite intergaláctica (pois possuem certificado de competência carimbado por Michael de Nébadon).

Alguns apoios à momentos nefastos da Terra se fez, como a era da Peste Negra (isso foi um ato terrorista para derrubar a monarquia que estava para romper o vínculo com os Illuminatis), o comunismo Soviético e a criação de uma oposição muito forte a direita com a o surgimento do Partido Nacional Socialista (neste período houve um equívodo da assembléia illuminati, registra-se a maior “mancada” já conhecida pelos Illuminati estagiário que errou os nomes dos candidatos ao partido).

Quam matou mais? Alexandre o Grande, Napoleão, Hitler, Lenin, Stalin, Mussolini (criador do estado fascista com direito a elogios de Lenin), Castro e sua ditadura Cubana, Ernesto Guevara, Ustra ou Jair Bolsonaro (o Illuminati “fascista” de direita opressor caracinza toturador homofóbico)? A questão é tortura ou lado ideológico? Os PÔNEIS FORAM QUEM MAIS MATOU E TORTUROU HUMANOS COM SUAS PERSUAÇÕES MALDITAS! PÔNEIS MALDITOS QUE ENGANAM O HOMO SAPIENS E AS MULHERES SAPIENS!

Recentemente uma tempestade em uma gota d’água virou uma tsunami e invadiu a esfera discordiana enraizando uma guerra ideológica desnecessária. Mais uma vez vou citar o Princípia Discordia (a constituição fnordiana discordiana):

“A raça humana irá começar a resolver seus problemas no
dia que cessar de se encarar tão seriamente.” (Principia, pag 00074)

Andei observando a exaltação ideológica por parte de discordianos conforme o cenário político brasileiro ia se aflorando. Embora alguns assumem que usam e usufruem do movimento discordiano para impor uma visão e ideal político abertamente, aparentemente uma imposição contrária a tais ações parecem-me, como diria o meu Guarda-Chuva, meio molhada.

Como assim? A expressão individualista sempre se manteve numa sociedade “democrática” e o Discordianismo (com D maiúsculo) sempre foi e não foi um movimento filosófico Areligioso (existe essa palavra produção?).

Slide2
ESTA FIGURA FOI ALINHADA À ESQUERDA

O PIPA, como foi citado por um membro, ensolarado que se estende a semanas, meses e anos até o calendário se exaurir, sendo “direitista”, da qual o partido não possui visão nem de Direita e nem de Esquerda, mas sim para o Alto, zoando com a política Global, foi oriundo de uma expressão individualista de outro membro do grupo.

O membro de esquerda tem o direito de exibir suas opiniões assim como o membro de direita, para que ao se encontrarem possam voar felizes para sempre em Neverland.

Um dos membros que apoia uma figura que apoia um apoio à tortura deveria ser expulso do discordianismo por alguém que apoia uma figura que apoia o apoio a tortura? A questão  que fica é de ser expulso de uma das religiões mais falsas e inexistente.

“Nós somos

Uma tribo

De filósofos, teólogos,

Mágicos, cientistas,

Artistas, palhaços

E maníacos similares

Intrigados

Com

ÉRIS

DEUSA DA CONFUSÂO

E com

Suas

Coisas” (Principia Discordia, pag 0001)  ====&gt;&gt;&gt; Não há políticos nesta lista… Talvez estejam na classe dos Palhaços.

Mesmo que expulsarem, a cabala individual permanece. Há muitos discordianos que exercem o discorianismo “forever alone”.

O Discordianismo não foi criado para ser levado a sério…

QUEM FOI O CARACINZA?

CARACINZA

No ano de 1166 a.C., um cérebro-torto infeliz de

nome Caracinza, enfiou na cabeça a idéia de que o

universo era tão sem humor quanto ele, e ele

começou a ensinar que diversão era pecaminosa

porque ela contradizia os caminhos da Ordem

Séria. “Olhem para toda a ordem em volta de

vocês”, ele disse. E a partir disso, ele enganou

os homens honestos e os fez crerem que a

realidade era um negócio duro e direto e não o

romance feliz como os homens a conheciam.

Hoje em dia não se entende porque os homens eram

tão crédulos naquele tempo, porque absolutamente

ninguém pensou em observar toda a desordem em

torno e concluir justamente o inverso. Mas de

qualquer forma, Caracinza e seus seguidores

levavam o jogo de jogar com a vida mais a sério

do que eles levavam a própria vida e eram

conhecidos até por destruir outros seres vivos

cujas maneiras de viver eram diferentes das

deles.O infeliz resultado disso é que a

humanidade tem, desde então, sofrido de um

desequilíbrio psicológico e espiritual.

Desequilíbrio causa frustração, e frustração

causa medo. E medo dá uma viagem ruim. O homem

tem estado numa viagem ruim por um longo tempo.

Isso é chamado A MALDIÇÃO DO CARACINZA. (Principia Discordia, pag 00042)

Quem está certo num jogo onde “Todas afirmações são verdadeiras em algum sentido,

Slide3
ESTA FIGURA FOI ALINHADA À DIREITA DEVIDO A PARTICIPAÇÃO DE UM EXTREMA DIREITA

falsas em outro sentido, sem sentido em alguns sentidos, verdadeiro e falso em outros

sentidos, falsas e absurdas em outros sentidos e verdadeiras e falsas e absurdas em alguns sentidos.”

WTF DISCORDIANOS SÃO FALSOS ILLUMINATIS??

Caso alguém não entendeu do porque (por que, porquê, por quê… escolha a sua) discordianos são falsos illuminatis, é por que seria colocado outro título:

“Discordianos… Os Illuminatis Iludidos”

Discordianos são geradores de Caos e Discordia… uitos não entendem sarcasmo e nem curti ser contrariado. Parecem beberrões. Ou todos somos.

Discordianos são falsos illuminatis por que não se pode estar em todos os nichos ideológicos. É apenas um e acabou.

Discordianos são falsos Illuminatis por que os ETs esqueceram de por ervilha no cachorro-quente.

Discordianos são falsos illuminatis por que exigem do próximo serem iguais a si próprios…

Discordianos são falsos illuminatis por que deixam de estudar  para a prova e a dissertação para escrever bobagens na internet.

Discordianos são falsos illuminatis por que levam o Discordianismo a sério…

Cortesia da POEE

Mais Illuminatis

Illuminati Marcelo Adnet “alerta” GOLPE politico nas eleições de 2014. Ver Final do Video!!!

Eneas…

Illuminatis, capitalismo, socialismo, comunismo, consPiração e Illuminatis…

A Sociedade Fnordiana Discordiana manda informar que não haverá GOLPE por parte dos Discordianos Golpistas que usam o Discordianismo para movimentos políticos.

Deixem o Discordianismo para quem gosta de levar a vida menos a sério.

********************************23*************************************

FNoRD

:::

Perceba Ivair, a petulância do discordiano

por Dias Lunatic

:::

Também conhecido como “Como o Dias ficou puto para caralho com a burrice de outros discordianos”.

tumblr_ne4k5gVNHA1rljgjjo1_1280
Eu não ia escrever nada, mas o bagulho agora vai ficar estranho.

Eu não iria escrever nada sobre o assunto, sabe como é? Porque se eu escrevesse qualquer merda, iriam (e vão) me chamar de ideologista. Mas como já escreveram um texto – escroto para caralho – e totalmente ideologista se disfarçando de não ideologista, vejam isso como uma resposta.

Fui acusado, por um (pseudo) discordiano, de usar o discordianismo para fins meramente políticos. E enquanto eu nunca escondi minhas preferências políticas e inclinações anárquicas, eu nunca forcei isso em cima de ninguém. E se perguntarem a qualquer uma de minhas amigas, ou amigos anarquistas, perceberão que é exatamente ao contrário: Eu sempre usei o anarquismo para promover o discordianismo.

O texto todo foi justificado, porque alinhar à esquerda, ou à direita é estúpido – quiçá centralizar.

Por que socialismo?

Roubo esse subtítulo de um texto escrito por Einstein, acerca do socialismo, para também incitar um debate maior entre nosso círculo. Usarei textos e artigos de fontes confiáveis, não algum vídeo idiota do youtube, com uma montagem de imagens no Windows movie maker, que traz informações um tanto quanto duvidosas. E me sinto compelido a falar – uma última vez – acerca do socialismo num geral. Primeiro porque, apesar de eu apresentar as ideias acerca do socialismo – e por consequência o comunismo – as mesmas estupidezes são repetidas, mais e mais. Eu tenho meus próprios grilos com o comunismo e com o socialismo num geral – merda, tenho até meus grilos com o anarquismo! – e irei apresenta-los nesse texto também, porque percebo que eu me abstendo de mostrar meus pontos de vista, é fácil alguém apontar e me taxar de qualquer outra coisa que eu não sou.

sKwxWFl
Não compreende o capitalismo? Nos culpe em vídeos do youtube feitos no moviemaker.

Não devemos confundir Socialismo com Comunismo. Exista, talvez, essa confusão porque muitos socialistas utilizam da obra de Marx em seus estudos. O que não é de todo ruim, diga-se de passagem, mas que sempre cai na mesmice. Simplificando: Comunismo é uma forma de socialismo. Socialismo Científico, como foi chamado por um de seus fundadores Marx. Científico, pelo fato de se basear em dados empíricos e fazer uma análise materialista acerca da nossa sociedade e de sua história. Chamando assim os outros socialistas de utópicos – que desagradável, Marx!

A teoria Marxista, resumindo, se resume em descentralizar os meios de produção e colocar o poder de decisão nas mãos dos trabalhadores. Uma fábrica sem patrão, basicamente. Quem dizer que nunca pensou em chutar a bunda do próprio chefe, estaria mentindo. O Socialismo, nesse sentido, vai além de simplesmente pensar: Ele apresenta todo um método de como os trabalhadores podem se organizar, e trabalharem sem serem subjugados.

“Estou convencido de que há somente uma forma de eliminar estes graves malefícios: através do estabelecimento de uma economia socialista, acompanhada por um sistema educacional que seja orientado para fins sociais. Em tal economia, os meios de produção são propriedade da própria sociedade e utilizados de maneira planejada. Uma economia planejada, que ajuste a produção às necessidades da comunidade, distribuiria o trabalho entre todos aptos a trabalhar e garantiria os meios de vida a todos, homem, mulher e criança. A educação do indivíduo, além de promover suas próprias habilidades inatas, intentaria desenvolver em um sentido de responsabilidade por seu próximo, em lugar da glorificação do poder e do êxito em nossa sociedade atual” – Albert Einstein.

Contextualizando essa citação do Einstein – para não só parecer que eu removi de contexto – ele traz uma análise da economia capitalista, e como ela causava sofrimento para uma massa de indivíduos, enquanto poucos indivíduos vivem bem (seja ele Estado ou Capital). Recomendo a leitura do texto do Einstein.

O Socialismo é comumente divido – embora haja divergências – entre estadistas e não-estadistas. Mas nenhum socialismo se resume a Estado. O Estado, para os socialistas estadistas, é meramente um instrumento para descentralizar os meios de produção, e após atingirmos o socialismo – teoricamente falando – o Estado sumiria. Já os anarquistas e outros socialistas não-estadistas, reconhecem que a utilização do estado subjuga o indivíduo, não resolvendo o problema. O Estado, no caso dos Estadistas, é um meio para atingir o fim (fins justificam os meios, na lógica maquiavélica). Para os não-estadistas, os meios são os próprios fins. O que isso quer dizer, você se pergunta? Ao invés de o Estado assumir os meios e depois passar esse domínio aos trabalhadores, os trabalhadores vão lá e assumem o poder, sem depender de ninguém.

2en5YqN
Eu não ia escrever nada, mas o bagulho agora vai ficar estranho.

Os Estadistas têm diversas táticas para assumir o poder. Um comunista, por exemplo, nunca assumiria o poder do Estado ganhando uma eleição. Quem ganha eleição é socialdemocrata. E por mais que o PCdoB, se diga comunista, eles nunca serão comunistas fazendo o mesmo jogo da ordem burguesa e alimentando a máquina – tanto estatal quanto capital. Um comunista pega em armas e assume o poder. A infame – e mal compreendida – dita dura do proletariado. Proletariado somos todos nós, que não temos meios de produção. Não somos donos de fábricas, de TVs, ou grandes redes de supermercados. A nossa dita dura é o Estado transitório do qual falei anteriormente, a grosso modo. O meu grilo com a dita dura do proletariado, é que para descentralizar o poder, ela centraliza em uma vanguarda primeiro, até poder garantir que a burguesia não vá desmoralizar o movimento. Isso nós mesmo façamos, é o povo pelo povo, não o Estado pelo povo. Já os Estadistas que jogam pela ordem burguesa, é de se esperar que com o impeachment eles vejam que não se joga pelas regras da burguesia, porque as mesmas empresas e bancos que foram favorecidas pela socialdemocracia petista, cuspiram de volta e estão depondo a presidente do poder. Mais do que justo, devo dizer, para aprender que socialismo se faz com armas e com poder ao povo, e não favorecendo a burguesia.

Com essas explicações na cabeça, vem a hora de eu responder à pergunta do subtítulo: Porque socialismo? Pelo fim do Caracinza, seus seguidores e sua maldição! No ano de 0 YOLD, o Caracinza decidiu que todos deveriam ser chatos e sem humor, como ele era. Ora essa, que pretencioso, não é mesmo? E qual é a Ordem mundial atualmente? Ponto para aquele que disse Democracia Burguesa e imperialismo mercadológico! Se você perceber, o Estado e o Capital são constituídos por seguidores do Caracinza: caras engravatados, que passam o dia reclamando e falando sobre contas e impostos e ganhar dinheiro. Ou que passam o dia todo votando algumas leis para impor sobre nós, espíritos livres – ou as vezes nem vão votar, como é o caso do Bolsonaro.

A Maldição do Caracinza divide o mundo entre Ordem e Desordem. Desordem, no seu sentido político, é a subversão da Ordem atual. Os anarquistas, nesse sentido, buscam a subversão da ordem, buscam a desordem, o caos. A POEE, que a Deusa os tenha, propôs um novo modelo para subverter a maldição do Caracinza, que dividiria ordem e desordem em duas categorias: Destrutiva e Criativa. Nesse contexto, a Ordem destrutiva seria o capitalismo, como é hoje, o antro de caracinzas. A Ordem criativa seria quando um caracinza coloca um sorriso na cara, e finge não ser um caracinza, como a Economia compartilhada – que é defendida tanto pela esquerda, quanto pela direita, mas que tem um monte de grilos sim. A Desordem Destrutiva, seriam os socialistas estadistas, que iriam repetir o mais do mesmo com o Estado – a caracinzação do movimento socialista, se você me perguntar. E a Desordem Criativa, seriam os anarquistas e socialistas libertários, que buscam uma maneira divertida – tipo pegar em armas e matar a burguesia e os políticos, a violência é divertida, qualé! – subverter a ordem social e econômica, e acabar com o caracinzismo!

200px-Jair_Bolsonaro
Não é só porque um caracinza sorri, que ele deixa de ser um caracinza!

Aquele artigo postado na tudismocroned, foi desonesto, mas para não ser tão cruel, vou fingir que foi apenas inocente, e foi escrito por um cara que tem aproximadamente a minha idade, mas que nunca foi ativo – ou pensou em ser – politicamente antes de 2013, e que após de dois mil e treze, apenas viu alguns vídeos idiotas no youtube, ou leu umas bostas sem fundamento do Olavo de Carvalho, e tomou aquilo como verdade absoluta para ele. A VIDA É ABSURDA, CAMARADA!

Acho bem bosta quando me chama de ideologista. Primeiro porque eu já fui de tudo – até mesmo “anarco”-capitalista! – e eu sempre busco entender melhor um ponto de vista, antes de qualquer coisa. Motivo número um, pelo qual sempre que me envolvem em uma treta da qual não tenho domínio, eu geralmente me esquivo, leio sobre o assunto e tiro as minhas próprias conclusões baseadas no que eu estudei. Mas quem sou eu para mudar a realidade de alguém, não é mesmo? Se elx prefere acreditar que eu sou um ideologista, então eu sou um ideologista.

Pelo fim do dogmatismo discordiano

A vida é irônica, não é mesmo? O discordianismo foi feito para ser uma religião que zoasse outras religiões e zoasse a dogmatização delas. O Discordianismo traz ensinamentos budistas, de uma forma libertária, sem uma autoridade ou dogma. O que é bom, todos nós concordamos com isso. O problema é quando esse anti-dogmatismo vira dogma. Mas não é um dogma contra um dogma – o que seria um dilema um tanto quanto engraçado – mas sim um dogma onde o discordianismo se tornou apenas ha-ha. Todas as críticas sociais e toda a filosofia absurdista, que relativiza a moralidade, se tornou apenas ha-ha. Ora essa, sigam esse conselho:

principiahahah
Página 00075, Principia Discordia

De tempos em tempos, eu olho os textos discordianos e fico “mano, que merda, não estou entendo mais nada”, e após ler o PD novamente – numa cagada – tudo volta ao normal e tudo faz – mais – sentido. Não é uma imposição, onde você tem que ler o PD sempre para ser discordiano, é uma recomendação, para que não se caia em uma punhetice glorificando o poder – conceito caracinza – ou um seguidor do caracinza por si só!

E veja: não estou – em nenhum momento – criticando a SFD por aderir novos conceitos ao discordianismo, longe disso. Incentivo e muito a inclusão de novos conceitos, você pode ver isso no manifesto da F.O.D.A.-S.E., e por mais que o fato dos annunakis serem um conceito bem bosta, onde eles controlam tudo – e controle ser coisa de Caracinza – não tem problema algum. Mesmo que a SFD confunda – diversas vezes, aliás – os discordianos com os illuminatis da Bavária. RAW uma vez disse que a inclusão dos illuminatis da Bavária foi feita para serem os inimigos dos discordianos. A questão é: De que lado está a SFD? No estado atual, não do meu lado, isso é com toda certeza.

E eu não quero que vocês, sejam anarquistas ou discordianos, se tornem discordianos e anarquista (respectivamente). É uma mistura interessante, alguns conceitos se batem, mas outros caem perfeitamente. Mas dá muito bem para viver sem um ou outro, da mesma forma que dá para viver sem Caos Magick ou qualquer outro tipo de ocultismo, sem ser discordiano. Nós queremos é dar risada do Caracinza e seus seguidores, mas sem cair no discordianismo há-há!

Eu quero que vocês fiquem loucos, que fiquem pirados, que vocês olhem as injustiças e a coerção no mundo e veja que ali reside a ordem, e que nós temos que trazer o caos para sociedade. Eu não quero você adote uma ideologia política, eu não quero que você vire

large
Caos é só o começo!

ativista, eu não quero que você distribua comida aos pobres, – embora isso seja bem legal da sua parte – eu não quero que você que você pegue em armas e destrua a máquina. Eu quero que você entenda que a Máquina é obra do Caracinza, e que ela subjuga, fere e transforma outros em caracinzas. Eu quero que isso te deixe louco, te deixe puto, te deixe cagando na própria calça de raiva. Eu. Quero. Que. Você. Traga. O. Caos.

Finalizando

Quando trabalhamos com o discordianismo, nós trabalhamos com a liberdade. Não vivemos num mundo livre, nem espiritual, nem materialmente falando. Informação tem para dar com pau, você pega, você lê, você interpreta. Tanto se fala nas grades, mas ficamos presos a elas e tentando comparar umas com as outras – eu faço isso também – o problema é você ficar agarrado a uma grade, sem ao menos ver a outra grade sozinha. Ver uma grade pela outra é ridícula. Que leiam a oposição, que leia o seu lado, e tomem as decisões, mas não leia o seu lado falando sobre a oposição, é a pior merda que você pode fazer. Ainda mais quando são vídeos do youtube que são montagens feito no movie maker. POR ÉRIS, COMO ALGUÉM CONSEGUE LEVAR A SÉRIO UMA MONTAGEM NO MOVIE MAKER?!

Relativizem mais, abaixo aos torturadores, abaixo a toda ordem, abaixo ao Estado, abaixo ao Capital, abaixo ao Caracinza e seus seguidores.

Leitura CRUA (recomendado, ein)

–><–

:::

MultiPlicidade Interestelar na Não-Linearidade `Patafísica

por Timóteo Pinto

:::

“O P.I.P.A. não está na esquerda, nem na direita, nem no centro, e sim NO ALTO” – Timóteo Pinto, pós-pensador `patafísico

Muito se têm discutido nos últimos tempos entre alguns de nossos colaboradores nos bastidores da comunidade do P.I.P.A. os seus diferentes afetos em suas eternas buscas por uma ideologia pura & imaculada livre de contradições. Éris suspira, entediada.

Diferentes discordianos de várias vertentes sempre, ou quase, defendem a multiplicidade de idéias, as exceções `patafísicas, as recombinações, a mistura e a não dogmatização de conceitos, o amplo agnosticismo, mas alguns sempre escorregam em seus fetiches ideológicos e meméticos em busca de conforto & segurança.

Mas a política complexa intergalática groucho-marxista do P.I.P.A. para o século 21 chega para transcender essas binariedades limitantes e caracinzas do século passado.

“Eu me contradigo? Pois muito bem, eu me contradigo, sou amplo, vasto, contenho multidões.”
Walt Whitman

Na figura do condivíduo-ídolo-símbolo-`patafísico –delirante do P.I.P.A. Timóteo Pinto exemplificamos perfeitamente o que queremos demostrar, ou não. Ele é isso e aquilo, e nem isso, nem aquilo. Ele contém em si idéias de um determinado polo, mas também do outro em sua dança cósmica recombinatória interplanetária.

“Os óculos monocromáticos da linearidade vampirizam-nos a autocrítica” – Romulo Rodrigues de Carvalho

Pode-se imaginar as idéias e propostas do P.I.P.A. como um mashup de conceitos, em algum sentido. De parte da esquerda nós sampleamos a defesa das minorias, da diversidade e os devires e de parte da direita pirateamos a autodeterminação do indivíduo frente a um estado que tende à burocratização e ao autoritarismo. E acima de tudo, também abandonamos ambos os polos do espectro político.

Para melhor des(orientação) da natureza de nossa proposta, no campo das influências no quadro partidário oficial & imaginário (“a imaginação é muito melhor” – Verde, Fada – 2006) o P.I.P.A. tem apreço pelas propostas do Partido Surrealista Brasileiro. Internacionalmente o P.I.P.A. tem influências do The Youth International Party e do Guns and Dope Party (Estados Unidos), do The Rhinoceros Party (Canadá), do Union of Conscientiously Work-Shy Elements (Dinamarca), do The Deadly Serious Party (Austrália), do The Hungarian Two-tailed Dog Party e do The Best Party (Islândia).

Por menos cegueira ideológica e por uma visão de longo alcance multi-colorida de 523 graus, vista os óculos do P.I.P.A.!

“Eu não acredito em nada. A maioria das pessoas, até mesmo as educadas, acham que todo mundo deve “acreditar” em uma coisa ou outra, que se alguém não é um teísta, é preciso ser um ateu dogmático, e se não achar que o capitalismo é perfeito, é preciso acreditar fervorosamente no socialismo, e se a pessoa não tem fé cega em X, deve-se em alternativa, ter fé cega em não-X, ou o inverso de X. A minha opinião é que a crença é a morte de inteligência.” – Robert Anton Wilson

:::

Sobre a politização Dias vs. Dark

por Reverendo Dystopus

:::

Sábias foram as palavras do ilustríssimo e iluminadíssimo Timóteo Pinto, presidente etéreo do P.I.P.A., sobre o recente debate entre nossos notáveis papas @diascordiano e @Dark_one_Night (contas no Twitter). Venho acrescentar uma pitada de pimenta à bela Discórdia em andamento! Além da esquerda, direita e do alto, saliento a importância de posicionarmos em baixo! Não no esgoto da política nacional, mas no underground das ideias mais iconoclastas, gloominatti, melancólicas e de revolta que permeiam os caracinzas despertos. Além disso, quero reprovar e congratular ambos por: 1) terem escolhido uma ideia (certamente de forma não dogmática) e misturado o túnel de realidade momentâneo com as nossas metamorfoseantes verdades universais discordianas; 2) terem criado uma discussão politizada sobre o assunto, gerando discordância, reflexão e descrença; 3) terem associado socialismo ou libertarianismo com o discordianismo (como T.P. nos lembra, todas as direções estão no P.I.P.A., assim como na sagrada estrela do Kaos); 5) terem debatido sobre teorias utópicas como se fossem possíveis, afinal nada é verdadeiro. Obs.: o número 4 foi censurado pela ABIN. O Reverendo que vos escreve gosta mais do conto de fadas conhecido como fábulas da escola austríaca, mas isso não importa. Qualquer cenário é divertido e qualquer ideia é interessante de estudar para discordar. Por fim, peço apenas que nenhum caracinza desinformado acredite no que lê (lembremo-nos das sagradas escrituras) porque Éris não escolheu lado algum na corte, esquerda ou direita – ela não foi convidada! Portanto, o Discordianismo não doutrina politicamente, senão com uma palavra: liberdade. Cada Papa pode escolher qual ideologia acha mais adequada, sem jamais ser dogmático ou doutrinador. P.S.: eu sei que acabei sendo dogmático e doutrinador ao tentar não sê-lo, apenas caí na armadilha de que toda generalização não presta. Eu me contradigo mesmo, vergonhosamente com orgulho!

:::

 

Você tinha sérias dúvidas filosóficas se seria um Erisiano, um Subgenii, um Bela-Parrachiano, um Hihicronediano, um DeLariantiano, um SacoPlásticoano ou um adepto de alguma outra multi-pluri-crença fnordiana parecida??

Seus problemas acabaram!!

Aqui você é tudo isso, nada disso e nem uma coisa, nem outra!

 

:::

Para uma (de)situação meta-multicabalense segue alguns ingredientismos presentes nessa Sopa Delirante:

absurdismo, discordianismo, concordianismo, realismo, surrealismo, delirismo, erotismo, larismo, delarismo, qualquercoisaismo

Se não for apetecido por nenhum deles, crie sua religião e/ou filosofia agora mesmo e apoie a Fundação Neologismos Para Um Mundo Mais Bonito!

:::

Ainda não se sente inspirado? Então segue alguns exemplos de alguns delírios que estamos delirando e outros que encontramos por aí:

Delírio nas Redes Sociais

tudismocroned no Facebook

MultiCabala no Twitter

Discórdia em Português no Facebook

Fnord no Youtube

Partido Interestelar Parrachiano A(Narco)-zenDiscordiano & MultiCabala Discordiana Subgeniana Bela-Parrachiana Hihicronediana Delariantiana dos Shimonianos Metamorfoseanos Delirantes Muito Confusos no Facebook

Rede Delirante MultiCabalense de Sites (Divulgue o Seu)

Freakroned no Facebook

:::

Le Place Absurdo – o fnord da hermeneutica psicodélica

::: Mergulhe na Confusão, Peixe! :::

>(((º>

Outros Delírios, Meta-Fnords e Mapas Hiper-Surrealistas:

Aaní

LinKaonia

Le Fórum Absurd

<º)))<

Em Pop & Impop:

Multi-Mixes & Mashups

>(((º>

Em Miscelânea & Etcétera:

Dionisismo

Psicologia Arquetípica

<º)))<

em qualquercoisaismo

As Sagradas Escrituras do Delariantismo

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Outras MultiCabalas de delArismo Slackronediano

conjunto de pluri-comunidades para facilitar a criação & destruição de delírios de variável prazo de validade.

-> participe do blog. mande seu email para minimalista(arroba)gmail(ponto)com

-> Invada e bagunçe nosso grupo no Facebook

-> Ou faça sua própria MultiCabala e divulgue aqui e/ou aqui

:::

“Como o Discordianismo vai mudar você não é, de qualquer modo, a questão real. Como você vai mudar a Sociedade Discordiana é a questão real” – Kerry Thornley

>(((º>

<º)))<

:::

Mergulhe em nossa Confusão, Peixe!

:::

Divulgue seu (sua) site, notícia, imagem, música, filme, vídeo, pintura, ilustração, texto, ensaio, escultura, foto, livro, fnord, blog, feed, página, perfil, link (seu ou de outrem), qualquercoisa esquisita (ou não) aanidum `patafísica bulldada pop experimental mainstream underground com foto 23X5 ou outro tamanho fnord aqui.

Registre-se no Fórum e clique em “newtopic” ou em “postreply” em algum outro tópico de sua escolha.

:::

%d blogueiros gostam disto: